icon-plus
Sem Título (2022), de Arjan Martins [Foto: Divulgação]

Até 12/11, individual do artista carioca está em cartaz na sede paulistana d’A Gentil Carioca. A mostra, recém-inaugurada, traz trabalhos inéditos, em que o artista investiga questões raciais históricas utilizando a arte como subsídio. Arjan retrata corpos que sugerem a visualização do mestiço, do índio e do negro – repondo estas reflexões à mesa, ainda que evitando resquícios sectários. Nas palavras de Paulo Herkenhoff, o artista “re-historiciza, malgrado o patriarcado escravocrata, a decisiva liderança da mulher negra provedora: mães de santo, amas de leite, cozinheiras, tias dos terreiros do samba. Cada uma delas é uma anti-A Negra de Tarsila”, escreve o curador no ensaio Um Modo de Ser Angelus Novus (2018).

Hemisfério 1, de Arjan Martins
08/10/2022
A Gentil Carioca Sampa
Sem Título (2022), de Arjan Martins [Foto: Divulgação]
Tags  
Arjan Martins   a gentil carioca