icon-plus
Refundação (2020-2023) [Foto: Coletivo Coletores]

Exposição comemora os 15 anos de existência do Coletivo Coletores no Museu Nacional da República, em Brasília, a partir de amanhã, 13/7. Formada pelos artistas e pesquisadores Toni Baptiste e Flávio Camargo na periferia da Zona Leste de São Paulo, a dupla tem poética marcada pela interferência direta de imagens projetadas nos mais diversos monumentos e marcos da arquitetura no Brasil. As justaposições tensionam as contradições históricas dos símbolos homenageados (ou não) no espaço urbano. Trabalhos passados e outros inéditos se juntam na curadoria de Aline Ambrósio que foca nas perspectivas simbólicas de resistência no Sul Global postas na obra do Coletivo. 

Abertura
Signos de Resistência, Bordas da Memória
13/07/2023
Museu Nacional da República, Brasília
Refundação (2020-2023) [Foto: Coletivo Coletores]
Tags  
museu Nacional da República   Aline Ambrósio   Coletivo Coletores   Toni Baptiste   Flávio Camargo